França quer proibir o uso de telemóveis nas escolas

Numa tentativa de combater distracções na sala de aula e o bullying, o Governo francês decidiu implementar estas “medidas de desintoxicação”.

O ministro da Educação de França decidiu propor “medidas de desintoxicação” que obrigam as crianças a ficar privadas dos seus telemóveis enquanto estão na escola. 

SUGESTÕES PARA SI

Mais de 90% das crianças com 12 anos ou mais têm um telemóvel em França, indica o projecto de lei. Esta ideia em França desencadeou um debate aceso em outros países como o Reino Unido ou a República da Irlanda, que estão agora a pensar adoptar as mesmas medidas.

“Os telemóveis representam um avanço tecnológico mas não podem monopolizar as nossas vidas”, assumiu Jean-Michel Blanquer, ministro da Educação de França, ao canal televisivo LCI. O próprio presidente francês, Emmanuel Macron, espera uma rápida passagem do projecto pelo parlamento, com o objectivo de impor a proibição já no ano académico que tem início em Setembro deste ano.

Quer comprar o melhor brinquedo de Natal?

 

E as medidas não vão só para alunos. Numa última emenda na lei, foi ainda proposta que esta visasse professores também. No entanto, Blanquer pensa que tal “não será necessário”. Em resposta à sugestão, sindicatos de professores em França já ridicularizaram a situação, opondo-se veementemente e afirmando que os professores precisam dos seus telemóveis caso se verifique alguma emergência.

França quer proibir o uso de telemóveis nas escolas

Apoiantes da medida afirmam ainda que o uso de smartphones entre jovens e crianças tem piorado os casos de cyber-bullying e facilitado o acesso a pornografia, além de dificultar a habilidade de crianças interagir socialmente. Outras justificações negativas dadas pelo ministro para a lei ser aprovada incluíam a obsessão cada vez mais comum com marcas de vestuário e o perigo de roubo dos telemóveis.

SOURCE : https://www.sabado.pt/